07
Jun
2022

A tecnologia que integra a indústria automotiva

Ao completar 35 anos, Sintel reforça seu posicionamento pioneiro como a solução fundamental para conectar o fluxo de produção de montadoras com fornecedores

A cadeia automotiva é conhecida por sua complexidade. São muitos fornecedores e montadoras que trabalham com demandas de uma alta quantidade de autopeças e componentes, que podem variar em curto espaço de tempo. Neste cenário dinâmico e imprevisível, a Sintel se consolida como a empresa fundamental para fazer essa engrenagem funcionar de forma ágil e certeira.

Com 35 anos de mercado, a Sintel atua nos processos de supply chain e ajuda os fornecedores a planejarem melhor sua demanda. Hoje, a empresa oferece suas soluções tecnológicas para mais de 700 clientes em aproximadamente 40 países. Desta forma, integra mais de 300 plantas de montadoras e mais de 60 mil unidades de negócio do setor automotivo em cinco continentes.

“A Sintel atua no fluxo de informação entre fornecedores e montadoras sobre o planejamento de produção e de abastecimento, com tecnologias que fazem a integração dessas informações da melhor forma. É o coração do processo de planejamento entre montadora e os vários níveis da cadeia de suprimentos”, explica Rafael Navarro, diretor de Negócios e Marketing da Sintel.

Respostas rápidas para as fábricas
O grande diferencial é o conhecimento automotivo embarcado nas soluções, tornando o processo logístico ágil e assertivo. Por exemplo, uma montadora tem um fornecedor para faróis e lanternas de três diferentes modelos de veículos. A fabricante tem seu forecast de produção e, com base nesse digitalizados e informações integradas, é possível trabalhar com margens mais enxutas e assertivas de produção, que vão evitar tanto o desabastecimento, como excesso de estoque e necessidade de frete extra.

"O grande desafio de quem está no comando da operação é identificar, em tempo hábil, se haverá impacto operacional e a partir daí, replanejar a operação ou negociar uma posição com o cliente quando há uma variação acima do normal. Nossas soluções apontam os desvios do que foi programado, seja em quantidade, tipo de item, novos itens ou descontinuação. Evitar a obsolescência de componentes na indústria é um ponto em que nossa tecnologia ajuda bastante", destaca o executivo da Sintel.

Desta forma, a resposta dos fornecedores tende a ser muito mais rápida e precisa. Segundo a Sintel, em um processo manual, uma empresa pode levar dias para adequar a produção entre a análise de uma mudança na demanda e a consolidação do novo fluxo. Com as soluções digitais, isso é feito em poucas horas, possibilitando uma decisão mais ágil.

Solução tecnológica em tempos complexos
Diante do cenário desafiador que a indústria automotiva vive atualmente, com mudanças constantes que refletem em toda a cadeia, como a crise de semicondutores que paralisou linhas de montagem em todo o mundo, tecnologia é primordial.

Navarro reconhece que as soluções da Sintel não vão resolver o problema que as paralisações geram nas montadoras. Porém, os impactos podem ser minimizados, com uma cadeia de suprimentos integrada, capaz de responder com mais agilidade.

“A tecnologia contribui para que o fornecedor tome decisões mais seguras diante de mudanças frequentes. Processos manuais só tornam a situação mais complexa e suscetível a erros”, diz o diretor de Negócios e Marketing.

Setor automotivo precisa se digitalizar mais
Surpreendentemente, muitas empresas ainda fazem esses processos à mão, na base de planilhas. Estudo de 2021 da McKinsey & Company revela que 73% das empresas ainda utilizam planilhas como o principal método para planejar as atividades relacionadas à cadeia de abastecimento.

“Imagine um fornecedor que atende ao mercado com mais de dois mil itens e diversas montadoras, acompanhando as mudanças de demanda na mão. É um processo muito moroso e suscetível a erro. A montadora faz mudanças no mix e essa resposta deve ser ágil. A falta de digitalização impacta muito o processo como um todo”, alerta Navarro.

Soluções digitalizadas como as da Sintel analisam as variações praticamente em tempo real. Desta forma, quase que imediatamente, a empresa consegue se adequar, direcionar suas compras e negociar com a montadora.

Gestão contínua
O trabalho da Sintel é possibilitar que o fornecedor conquiste mais eficiência na sua operação. Além de redesenhar e automatizar processos, mantém a empresa atualizada sobre as melhores práticas do mercado e novos requisitos de montadoras.

“Vivemos um turnover intenso na indústria, o que acarreta perda de conhecimento. Com nossa tecnologia, desenvolvemos uma metodologia que possibilita redefinir, auditar e fazer a gestão contínua dos processos críticos para a operação de planejamento e abastecimento. Desta forma, o conhecimento não fica mais na cabeça das pessoas, fica no processo da empresa, que ganha qualidade e escalabilidade”, conclui o executivo da Sintel.

Fonte: Automotive Business

Conheça um pouco das soluções da Sintel

Sintel: We connect, you go forward. Transformação digital.